Banho-maria sem mistérios

A técnica do banho-maria foi… podemos dizer… dominada!
Necessário para a fundição dos queijos dO bauru, tive q aprender… e aproveitei pra gravar pra vcs!

“…caro leitor, se algum dia você teve em mãos uma receita que requisitasse banho-maria e, por algum motivo, se desesperou e decidiu por não mais optar por tal receita, você bobeou. O processo é simples.

Procedimentos

– Baseando-se no recipiente no qual está o ingrediente ou preparado que deve receber o banho-maria, reserve outro recipiente um pouco maior.
– Neste outro recipiente, coloque água para ferver. Pouco menos da metade da altura do recipiente já é o suficiente.
– Quando a água ferver no recipiente maior, pegue o recipiente menor (com o ingrediente ou preparado) e coloque-o dentro do recipiente maior.
– Não desligue o fogo. Deixe o recipiente menor boiando na água do recipiente maior pelo tempo necessário ao cozimento que diz sua receita.

Pelo que consegui entender, o ingrediente ou preparado contido no recipiente menor (o qual estará boiando em água fervente) não irá queimar, já que a água fervente se mantém à temperatura de 100º C, ou seja, toda a água que passar dessa temperatura vira vaporzinho. Compreendido?”

Texto totalmente tirado da Culinária Masculina. Só tive o prazer de filmar!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: